Alarme e Detecção de Incêndio

Alarme é o aviso de um incêndio sonoro e/ou luminoso, originado por uma pessoa ou por um mecanismo automático, destinado a alertar as pessoas sobre a existência de um incêndio em determinada área da edificação. Detector automático de incêndio é um dispositivo que, quando sensibilizado por fenômenos físicos e/ou químicos, detecta princípios de incêndio, podendo ser ativado basicamente por calor, chama ou fumaça.


Normas pertinentes ao assunto:

  • ABNT NBR 17240/2010 – Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas de detecção e alarme de incêndio – Requisitos.

  • Brigada de Incêndio

    Equipe composta por bombeiros civis capacitados para atuarem na prevenção, evacuação da edificação, combate a princípios de incêndio e na prestação de primeiros socorros, dentro de uma edificação.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • ABNT NBR 14276/2006 – Programa de brigada de incêndio.
  • CBMDF NT nº 07 – Brigada de incêndio.

  • Central de Gás (GLP)

    É uma área devidamente delimitada, que contém os recipientes transportáveis ou estacionários e acessórios destinados ao armazenamento de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para consumo.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • Norma técnica 05 do CBMDF – CENTRAL DE GÁS GLP.
  • ABNT NBR 13523/2008 – Central de gás liquefeito de petróleo (GLP).
  • ABNT NBR 13932/1997 – Instalações internas de gás liquefeito de petróleo (GLP) – projeto e execução.

  • Extintores

    Os extintores de incêndios são aparelhos portáteis que contêm certas substâncias químicas, sólidas, líquidas ou gasosas utilizadas na extinção de um incêndio.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • Norma técnica nº 03/2015 - sistema de proteção por extintores de incêndio.

  • Iluminação de Emergência

    Sistema de proteção de incêndio que permite clarear áreas escuras de passagens, horizontais e verticais, incluindo áreas de trabalho e áreas técnicas de controle de restabelecimento de serviços essenciais e normais, na falta de iluminação normal, tem como objetivo proporcionar iluminação suficiente e adequada, a fim de permitir a saída fácil e segura das pessoas em caso de interrupção da alimentação normal, bem como proporcionar a intervenção de equipes de socorro.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • ABNT NBR 10898/2013 – Sistema de iluminação de emergência.
  • ABNT NBR 5410/2004 – Instalação elétrica de baixa tensão.

  • Saída de Emergência

    A saída de emergência é o caminho devidamente protegido, parte da rota de fuga, a ser percorrida pelo usuário de uma edificação em caso de incêndio, até atingir a via pública ou espaço aberto protegido em comunicação com a mesma.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • Norma técnica nº 10/2015 – saídas de emergência.
  • ABNT NBR 9077/2001 – Saídas de emergência em edifícios.
  • ABNT NBR 9050/2015 – Adequação das edificações e do imobiliário urbano à pessoa deficiente.
  • ABNT NBR 11742/2003 – Porta corta-fogo para saídas de emergência.
  • ABNT NBR 11785/1997 – Barra antipânico – requisitos.
  • ABNT NBR 13768/1999 – Acessórios para PCF em saídas de emergência.

  • Sinalização de Emergência

    conjunto de sinais visuais que indicam, de forma rápida e eficaz, a existência, a localização e os procedimentos referentes a saídas de emergência, equipamentos de segurança contra incêndios e riscos potenciais de uma edificação ou áreas relacionadas a produtos perigosos.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • ABNT NBR 13434/2004 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Formas, dimensões e cores – Partes de 1 a 3.

  • Sistema de Proteção Automática (Sprinkler)

    O sprinkler (chuveiro automático) é um sistema pressurizado de tubulações, acessórios, abastecimentos de água, válvulas e dispositivos sensíveis à elevação de temperatura. O calor, proveniente de gases quentes, esquenta as ampolas, que estouram, liberando a água para combate ao foco inicial.


    Normas pertinentes ao assunto:

  • ABNT NBR 10897/2014 – Proteção contra incêndio por chuveiro automático.

  • Hidrante

    Hidrante - Ponto de tomada de água em que há uma (simples) ou duas (duplo) saídas contendo válvulas angulares com seus respectivos adaptadores, tampões, mangueiras de incêndio e demais acessórios.

    O sistema de hidrante é complementado por alguns componentes tais como:

    - Abrigo
    - Chave de mangueira
    - Dispositivo de Recalque
    - Esguichos
    - Mangueiras
    - Reserva técnica de incêndio
    - Sistema de bomba de incêndio
    - Tubulações e conexões
    - Uniões/engates
    - Válvulas


    Normas pertinentes ao assunto:

  • Norma técnica nº 04 – Sistema de proteção por hidrante.
  • ABNT NBR 12779/2009 – Mangueira de incêndio – Inspeção, manutenção e cuidados
  • ABNT NBR 13714/2000 – Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio.

  • Casa de Bomba de Incêndio

    Bomba de incêndio é um equipamento utilizado para bombear água com vazão elevada para edificações comerciais, residenciais, industriais entre outros, para atendimento às necessidades de projeto.



    Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA)

    O SPDA é o Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas e destina-se a proteger uma estrutura contra os efeitos das descargas atmosféricas (raios).


    Normas pertinentes ao assunto:

  • NBR 5419/2015 – Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas – Partes 1 a 4.